livros recomendados

Lista de Livros Recomendados – Profs. Leonardo Cunha, Torquato Castro, Frederico Koehler e Sady Torres

Tendo em vista este fato e buscando ainda estreitar o contato dos estudantes da Faculdade de Direito com o pensamento de seus mestres, o Bevilaqua perguntou aos professores Leonardo da Cunha, Torquato Castro, Frederico Koehler e Sady Torres quais os cinco livros que eles consideram essenciais para a formação jurídica e também humanística de um jovem advogado.

 

 

Abaixo as respostas:

 

Leonardo Carneiro da Cunha

360x360_8434432188 

  1. Pontes de Miranda – Tratado de Direito Privado
  2. Marcos Bernardes de Mello – Teoria do Fato Jurídico
  3. Karl Larenz – Metodologia da Ciência do Direito
  4. Barbosa Moreira – Temas de Direito Processual
  5. Ovídio A. Baptista da Silva – Processo e Ideologia

 

“É fundamental ler a obra de Pontes de Miranda, sobretudo os 5 primeiros volumes do Tratado de Direito Privado. Ainda que não concorde com o que diz o autor, é preciso conhecer sua teoria do fato jurídico, indispensável para o raciocínio do profissional. Se não for possível ao aluno ler o trabalho de Pontes de Miranda, pode ler Marcos Bernardes de Mello (Teoria do Fato Jurídico, em 3 volumes). O melhor mesmo seria ler Pontes (os 5 primeiros volumes) e acrescentar com os 3 volumes de Marcos Bernardes de Mello.

Também me parece fundamental a leitura do livro Metodologia da Ciência do Direito, de Karl Larenz, pois contém as orientações

metodológicas adequadas para a interpretação e o raciocínio jurídico.

Especificamente no campo do processo, é imprescindível a leitura dos Temas de Direito Processual, de Barbosa Moreira, pois ajuda a entender a grande maioria dos institutos do processo, além do livro Processo e Ideologia, de Ovídio A. Baptista da Silva, que serve para estimular o espírito crítico no aluno e no futuro profissional.”

 

Torquato Castro Jr.

 

  1. tn_620_600_livros_0102013Pontes de Miranda – Tratado de Direito Privado (Volume I): é uma construção complexa, com um vocabulário próprio e importante de ser dominado.
  2. Hans Kelsen – Teoria Pura do Direito: é um trabalho rigoroso que dá importância central ao tema da interpretação, sem que isso impossibilite o discurso sobre a “norma”jurídica.
  3. Emílio Betti – Teoria Geral do Negócio Jurídico: o conceito de negócio e sua história são centrais para o desenvolvimento de um civilista, ainda hoje.
  4. Eduardo Espíndola – Sistema de Direito Privado Brasileiro (vol. 1): dá uma notícia e uma compreensão da história e do caráter do direito civil brasileiro.
  5. Karl Larenz – Metodologia da Ciência do Direito: de novo, o elemento histórico, agora no quadro mais amplo.
  6. Tércio Sampaio Ferraz Júnior. – Introdução ao estudo do Direito – Técnica, Decisão, Dominação: amplia perspectivas e desvenda problemas filosóficos importantes para o jurista.

 

Frederico Koehler

 

  1. 21425874_4Tércio Sampaio Ferraz Júnior. – Introdução ao estudo do Direito – Técnica, Decisão, Dominação: embora seja adotado como livro de IED, entendo que a leitura desta obra é bem mais proveitosa no final do curso, quando o aluno já tem bagagem para absorver o denso pensamento de Tércio sobre o que é e como funciona o Direito.
  2. Ronald Dworkin – Levando os Direitos a Sério: livro indispensável, refletindo o pensamento do celebrado autor sobre princípios e regras, hard cases e liberdade em geral.
  3. Micheal Sandel – Justiça: o que é fazer a coisa certa?                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              
  4. Micheal Sandel – O que o dinheiro não compra: o autor é professor em Harvard, muito popular devido à propagação dos vídeos de suas aulas na rede. Os livros são importantíssimos para questionar a relação entre direito, moral e mercado, base da sociedade em que vivemos.
  5. José Carlos Barbosa Moreira – O Novo Processo Civil Brasileiro: ao ler esse livro na graduação foi que me encantei com o processo civil.

 

Sady Torres

 

  1. download (1)Fábio Konder Comparato – O Poder de Controle na Sociedade Anônima (atualizado por Calisto Salomão Filho): Trata-se do livro mais importante já escrito no Brasil sobre o tema. Imprescindível sua leitura para quem se interessar pelos seguintes temas: Sociedade Anônima, Personalidade Jurídica e sua Desconsideração.
  2. Paula Forgioni – Os Fundamentos do Antitruste: Para quem se interessa pelo direito concorrencial é um dos melhores livros sobre o tema. Não se pense que o direito antitruste só interessa aos grandes escritórios de São Paulo. O CADE tem julgado inúmeros processos administrativos em que figuram empresas de médio porte.
  3. Joaquín Herrera Flores – Os Direitos Humanos como Produtos Culturais: Herrera, que tem inúmeros discípulos no Brasil, entre os quais modestamente me incluo, recente e precocemente falecido, desenvolve o conceito de direitos humanos como processos de luta. Há uma tradução para o português que deixei na biblioteca da FDR.
  4. José Eduardo Faria – O Direito na Economia Globalizada: Trata-se de tese acadêmica que trata do impacto da globalização no direito. Texto de uns 15 anos, mas ainda atual.
  5. Lev Tolstoi – Guerrra e Paz: O melhor romance que já li. A trama passa-se na Rússia ao tempo das guerras napoleônicas.

 

Deixe um comentário